CONTROLE REMOTO 8 CANAIS ON/OFF – PIC 16F628A

Controlar brinquedos por controle remoto tem sido um dos passatempos mais apreciados por crianças e também ‘adultos’. Muitos gastam ‘fortunas’ comprando replicas de carros, locomotivas, etc. Os menos afortunados nas finanças , preferem ser mais ‘economicos’, montando suas proprias réplicas e construindo seus próprios circuitos eletrônicos. Em alguns casos, queremos apenas controlar alguma coisa a distância, como por exemplo, um aparelho colocado no telhado ou em um prédio distante. Será que poderiamos tirar proveito das facilidades de programação de um microcontrolador para fazermos isto? Veja a resposta…

Veja o esquema abaixo:

Este projeto experimental, utiliza 2 PIC’s 16F628A , sendo um no transmissor e outro no receptor. No transmissor, temos 8 chaves ligadas aos pinos do PIC, que quando acionadas, setarão as respectivas saidas no receptor (led 0 a led 7). Esta saidas poderão controlar reles de carga, controlando assim maior potência. Cargas pequenas poderão ser controladas por transistores, também pode-se usar foto acopladores como MOC3021 para controlar triac’s diretamente em corrente alternada (lampadas, motores,etc). Use sua imaginação!!!

O protocolo usado, basicamente envia um startbit, seguido por um numero de 8 bit, correspondente ao ‘NÚMERO IDENTIFICADOR’ do aparelho, após o que, vem os 8 bits correspondentes ao estado dos botões e um intervalos final entre transmissões. A idéia do numero do aparelho, é poder usar varios conjuntos tx + rx de numeros diferentes, sem que um controle o outro (pelo menos em teoria). Este número poderá ser alterado no arquivo asm e deverá ser recompilado para obter o novo arquivo hex.
Um bit ’0′ é formado por 1 periodo de tempo ‘low’ + 2 periodos de tempo ‘high’ na saida, pino 17. O bit ’1′ corresponde a 2 periodos de tempo em nivel ‘low’, seguido de 1 periodo de tempo em nivel ‘high’ na saida, pino 17.
A rotina de recepção examina a cada 50 microsegundos o estado do pino 17 (entrada de rf) e se=0 incrementa o contador ‘LC’. Se for =’1′, incrementa o contador ‘HC’. A diferença entre eles corresponde ao bit a ser transferido no contador de saida (Res1,Res0). Em uma recepção bem sucedida, o byte Res0 é comparado com um número fixo do aparelho, e se for igual, irá colocar na saida (Portb), os valores recebidos. Caso cesse a transmissão, os contadores de tempos NOTX1 E NOTX, serão decrementados pela rotina, e , chegando em ‘zero’, irão apagar todas as saidas (clrf portb).

Deverá ser usado transmissor e receptor na frequencia cedida a controle remotos na faixa de 27 mhz . Existe muitos vendidos comercialmente, mas poderão ser também montados. Abaixo temos um exemplo ilustrativo de circuito transmissor e receptor, comum nos sites da internet, (porém, não tendo sido testado por mim, nem tenho algum em especial para recomendar):

Como se trata de uma montagem experimental, foi testada apenas em protoboard, com um tx + rx de 433 mhz, mas, para uso em brinquedos, não é permitido, porque nesta frequencia, poderá atrapalhar o funcionamento de equipamentos como portões, alarmes, etc.

Segue abaixo o arquivo ASM para TX:

CR27_TX_ASM

Segue abaixo o arquivo HEX para TX:

CR27_TX_HEX

Segue abaixo o arquivo ASM para RX:

CR27_RX_ASM

Segue abaixo o arquivo HEX para RX:

CR27_RX_HEX

Adicionalmente, pode-se aproveitar as portas que sobram do portA para colocar uma chave ‘DIP’ externa, com o
objetivo de com um único transmissor, poder controlar vários receptores que usem o mesmo ‘serial number’ escolhido no ASM.
Aquele que tiver a combinação da chave “DIP’ igual a do transmissor é que será acionado naquele momento.
Veja o esquema para esta opção de montagem abaixo:

Como temos 6 bits disponíveis, isto permite usar até 64 receptores em um grupo de mesmo ‘serial number’.
Note que o acionamento é apenas momentâneo, uma vez que paramos de apertar a tecla, a saída do receptor desliga.
Assim, deverá ser previsto circuitos do tipo flip-flop ligados na saída do microcontrolador, quando se desejar funções de ‘retenção’.

Segue o arquivo ASM do TX desta versão com chave ‘DIP’:

CR_TX_8C_SEL_ASM

Segue o arquivo HEX do TX desta versão com chave ‘DIP’:

CR_TX_8C_PROG_HEX

Segue o arquivo ASM do RX desta versão com chave ‘DIP’:

CR_RX_8C_SEL_ASM

Segue o arquivo HEX do RX desta versão com chave ‘DIP’:

CR_RX_8C_PROG_HEX

Em 15/03/2014, foi realizado modificações no receptor para que se possa escolher entre modo pulso ou retenção, alterando o ASM e recompilando. O esquema é o mesmo, apenas foi ajustado o arquivo ASM. Portanto, segue abaixo a pasta com esta nova versão configurável pino a pino de saída:

CR_8C_PROG_RET

Caso queira uma versão PWM de 8 canais e 5 botões on/off veja o artigo ‘FAÇA UM CONTROLE REMOTO PWM 8 CANAIS (1MS A 2MS) – COM PIC 16F628A’
Caso deseje outra versão PWM de 2 canais e 3 botões on/off, veja o artigo ‘FAÇA UM PEQUENO CONTROLE REMOTO PWM DE 2 CANAIS (1MS A 2MS) – COM PIC 12F675′
Caso deseje ainda outra versão PWM de 2 canais (sendo uma de 0-5v) e 3 botões on/off, veja o artigo ‘FAÇA UM ‘VERSÁTIL’ CONTROLE REMOTO REMOTO – COM PIC12F675′

Curiosidades:
Filas
Petróleo – acabará algum dia?
Gás Natural – energia para o lar
Ponte da torre – Uma entrada para Londres

Outros assuntos:
Qual o objetivo dos pais ao criar os filhos?
Como lidar com os sogros?
Desempenhem bem o papel de pais
Como reagir ao assédio sexual
Como lidar com problemas financeiros e dívidas
Converse com seus filhos sobre sexo

Assista a este vídeo: O que é um amigo de verdade?

Até o próximo artigo!!!

Deixe um Comentário

126 Comentários.

  1. Olá Lário, tentei utilizar um circuito 433 no lugar do 27MHZ e ele não funcionou. É preciso alterar o código ASM para utilizar essa faixa de frequência?
    Grato, Samir.

Deixe um Comentário